O cultivo do cacau nas Fazendas Cantagalo

A Agricola Cantagalo alcançou a sua maior produção de cacau na safra 1994/1995, colhendo 1930 toneladas equivalentes a 128.681 arrobas @).

Vale destacar que a Cantagalo conquistou, por mais de uma vez, o prêmio de "Cacauicultor do Ano" concedido pela CEPLAC (Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira). Ao longo de toda a década de 80 até meados da década de 90, conseguiu fazer com que três de suas fazendas superassem, de modo quase constante, a média de produtividade de 100 arrobas por hectare. Foram elas, as fazendas Cantagalo, a Angola e a Altamira.

Os objetivos atuais

A produção de cacau estimada da safra atual é de 1.350 toneladas (90.000 arrobas), o que equivale dizer que estamos alcançando a produtividade média de 63 arrobas por hectare, fruto do trabalho de uma equipe bem treinada e extremamente motivada. Nos próximos cinco anos atingiremos a produtividade de 80 arrobas por hectare o que deverá levar a nossa produção para aproximadamente 2.145 toneladas (143.000 arrobas). O nosso objetivo é atingirmos, dentro de sete anos, uma produtividade de 100 arrobas por hectare, com uma produção total de cacau de mais ou menos 2.670 toneladas equivalentes a 178 mil arrobas.

Superando as adversidades

Em meados da década de 90 apareceu no estado da Bahia a praga conhecida como "vassoura de bruxa", originaria de um fungo de nome científico "crinipellis perniciosa", que encontrando condições climáticas ideais para sua expansão provocou uma queda brutal da produção de cacau no estado.

A nossa produção também entrou em queda vertiginosa, encontrando seu pior momento na safra 2000/2001, quando produzimos apenas 19.171 arrobas, pouco mais de 14% do que já havíamos produzido em safras passadas.

Porém, não cruzamos os braços. A partir de 1997 iniciamos o processo de seleção de plantas resistentes ao fungo que apresentavam boa produtividade. À primeira vista, essas plantas foram identificadas com relativa facilidade: Como a "vassoura de bruxa" atacava violentamente a maioria das plantas, era fácil distinguir entre as plantas queimadas, com folhas marrons, e as sadias com folhas verdes e com produção normal.

Selecionamos, então, em todo nosso parque agrícola, mais de 800 plantas matrizes e iniciamos, em 1998, um trabalho de enxertia com plantas nossas, matrizes selecionadas pelo Dr. Luís Roberto Martins (Ph.D. em melhoramento genético), e também pelo Engº. Agrônomo Antonio Magno da TECNOVA (Tecnologia Empresarial SC Ltda), empresa especialista em enxertia de cacaueiros. Esse meticuloso trabalho de pesquisa e análise (in loco e laboratorial) desenvolvido conjuntamente por nós e os técnicos contratados resultou em uma seleção rigorosa das matrizes quanto à tolerância a doenças e pragas, tanto quanto às qualidades dos seus frutos, espessura da casca, número de amêndoas, peso das amêndoas (e também o porte), a produtividade da planta e o seu grau de adaptação aos diversos micro-climas da região.

Ao longo desses dez anos aprimorando cada vez mais nosso processo de seleção escolhemos para propagação cerca de vinte variedades nossas, dentre as quais destacamos dez que vêm se mostrando não só mais tolerante à vassoura de bruxa como de elevada produtividade e algumas delas hoje já produtoras do que chamamos "cacau fino", como já provado em testes que já executamos.

© 2017 Agrícola Cantagalo

Top